pour toujours

16.4.12

Blindsided ♥


 (Não pares). Uma lágrima salgada escorre pela face do homem. Do homem sentado numa esquina. As mãos sujas, os cabelos desgrenhados, o estômago colado às costas. As pernas magras e fracas que não o aguentam em pé. (Não pares). O homem não sabe como foi ali parar. Reza pela morte do mundo cruel, áspero. O mundo negro e apodrecido que apenas vai matando corações. (Não pares). Não pares um segundo para o olhar o homem parado na esquina. O homem que abandonaram. Sabes que idade tem? (Não pares). Sabes? (Não pares). Ignora. (Não pares). Mata-o. (Pára). Agora já paras? Pega numa arma e mata-o. Não? Não és capaz de pegar numa faca e esventrar o seu corpo? Abominas pegar numa espingarda e enfiar uma bala no seu cérebro? Então, porque o ignoras? (Não pares). (Pára).

21 comentários:

patrícia. disse...

Dói ver pessoas mendigas na rua. :c

nicolemorais disse...

fantástico! sem palavras, mesmo!

Mariana * disse...

Um dos melhores textos que já li !

戴安娜 disse...

Fantástico.

戴安娜 disse...

Muito obrigada, digo eu. <3

Ana Margarida disse...

Lindíssimo, mesmo. Adorei, meu doce.

nicolemorais disse...

obrigada eu por escreveres tão bem, e por me fazeres imaginar a situação.
eu sei, amor, tu sabes tudo <3

patrícia. disse...

Não princesa. $:

戴安娜 disse...

Oh que anjinho. <3

Ana Margarida disse...

Eu não estou bem, minha querida, mas isto há-de passar. Eu tenho fé! Muito obrigada por tudo.

戴安娜 disse...

Oh oh, como tu também. <3

patrícia. disse...

Muito obrigada. :$

Ana Margarida disse...

És uma linda. Aliás, somos as duas. E merecemos ser felizes!

Maria Inês Rodrigues disse...

que lindo ! $:

ParadoxoSD disse...

Amei o texto, está perfeito... sei exatamente do que falas, custa tanto ver sem-abrigos lá fora com duas coisas: Fome e Esperança. E aos poucos vao perdendo uma delas, adivinha qual? A esperança... :/

戴安娜 disse...

De nada, meu doce. <3

Maria Inês Rodrigues disse...

ohhhhhh nada q agradecer princesa a serio. conta sempre comigo. gosto muito de tiiiiii <3

Ana Margarida disse...

Estou a fazer fisgas por isso, meu amor.

-M. disse...

oh querida, eu queria tanto acreditar nisso, toda a gente me diz que vai ficar tudo bem, mas custa tanto..
obrigada pelas palavras que me acalmaram um pouco, obrigada por tudo.
sabes bem que também gosto muito de ti <3

Ana Oliveira disse...

Ok, fiquei com as lágrimas nos olhos, nunca tinha lido nada assim!

humana inconsciente disse...

oh meu amor, és tao querida <3