pour toujours

12.1.12

No, I Can't Take One More Step Towards You ♥



O telemóvel toca. Olho para o relógio. 4h:30 da manhã. "Mas quem será, a esta hora?". Atendo, e ouço uma voz familiar. "O que é queres?" Pergunto, antes de te dar oportunidade de dizer um "Olá" que fosse. "Quero falar contigo. Posso?". Pondero a minha resposta. Se te disser um "não" e te desligar o telemóvel, continuarás a ligar-me até ouvires uma resposta afirmativa. Se te der a oportunidade de dizeres o que queres, estarei a humilhar-me, a rebaixar-me, e a dar parte fraca. Tu notas a minha demora e perguntas "Estás a pensar?". Ris-te. Tens o descaramento de te rires por eu me sentir insegura em relação às tuas palavras. "Não, não podes falar comigo, mas deixa-me dizer-te isto: quando desligares a chamada, e perceberes que nunca mais vais ouvir o som da minha voz, não chores, sorri, porque depois de todas as asneiras que fizeste comigo, ainda conseguiste fazer algo bom; tornaste-me alguém mais forte e ponderada. Sê feliz, e aprende a fazê-lo sem mim". 

Gostava imenso de ter conseguido dizer-te isto, mas fui cobarde e tomei o caminho mais fácil. Desliguei-te a chamada, e em seguida, o telemóvel. Isso garante-me que, mesmo que queiras, não me voltas a incomodar, pelo menos, por hoje.
Não, não me acordaste. Tenho passado as noites em claro. Mas não é por tua culpa. "Não queiras mais de mim do que aquilo que já tens", digo em voz alta. Tenho o hábito de fazer isto, quando estou sozinha. Falo para o ar, como se me pudesses ouvir. Mas eu sei que não podes. Não me importo com isso. É melhor assim, porque eu quero afogar a (grande) parte do meu ser que ainda espera voltar para os teus braços. 
E podes dizer tudo o que quiseres. Eu nunca te dei razão, não é agora que vou começar.

6 comentários:

nicolemorais disse...

oh meu amor, que forte! quem sabe se não precisas mesmo de libertar essas palavras? quem sabe se ele não precisa mesmo de ouvir? força, eu estou aqui <3

Maria Inês Rodrigues disse...

força minha linda!

Corina de Oliveira disse...

Que tenhas uma excelente sexta-feira 13, sendo um fantástico início do fim-de-semana! :D
Beijos *

Bárbara Cunha disse...

Também fiquei fã dos últimos dois filmes que ela fez e acabei de descobrir que é ucraniana :3

Bárbara Cunha disse...

Somos duas linda :3

rafaela duarte disse...

só espero que tenhas razão, porque preciso urgentemente de ficar bem. obrigada!
o teu texto está lindo.
força