pour toujours

13.1.12

I'm No Longer Your Muse ♥



Sexta-feira 13. Dizem que é o dia do azar. Não noto nenhuma diferença deste dia para os outros. A tristeza permanece igual, as lágrimas são derramadas pela mesma causa, os sorrisos são fingidos para as mesmas pessoas de sempre e a escuridão mantém-se.
É engraçado, como as pessoas que aclamam aos sete céus que mais me amam, são, no final aquelas que mais me magoam. Mas isso já é de esperar. É um cliché tantas vezes utilizado que começa a perder o significado. Mas para mim não. Para mim, esta frase continua a ser como punhais que se cravam no meu peito. Indícios da verdade que mais me custa ver. Mas hei-de aprender a viver com isso. Hei-de aprender a viver com o peito vazio. Hei-de reconhecer que o meu coração é como meros cartões postais e recortes de revistas, espalhados no chão de uma casa deserta. De uma casa deserta cujo telhado de madeira apodrecido, cede a cada rajada de vento. 
Mas porque é que ainda te digo isto? Tu, melhor que ninguém, deves saber como eu sou. Foste tu que me remodelaste, que criaste esta nova versão de mim. Só que te enganaste na fórmula, e cometeste um pequeno erro. Eu já não me preocupo contigo, erro crasso, realmente.

18 comentários:

diiii disse...

obrigadaaa, really, e ainda bem :') adoro o texto, está lindo. sê forte! *

MARIANNE disse...

esta sexta-feira 13 foi a melhor da minha vida *.*
estás a escrever cada vez melhor, doce. adorei este excerto "Hei-de reconhecer que o meu coração é como meros cartões postais e recortes de revistas, espalhados no chão de uma casa deserta. De uma casa deserta cujo telhado de madeira apodrecido, cede a cada rajada de vento. "

P* disse...

sim, realmente, pode ser que aconteça, mas acho que ainda não me perdoei a mim mesma por lhe ter feito o que fiz, a consciência pesa a cada dia que passa :c
eu sorrio, linda, agora sim estou bem, estou "longe" de quem me quer mal, e muito obrigada meu anjo.

E tu não vais aprender a viver com o peito vazio, ou mesmo reconhecer que o teu coração é como cartões postais ou papeis de revista, porque eu não deixo !
vais ver que um dia ele se vai reconstruir e aí serás verdadeiramente feliz!

MARIANNE disse...

estive com o V e claro, adorei cada segundinho ao lado dele. ele faz-me tão bem *.* .
apenas fui sincera contigo e a sério, estás a escrever mesmo bem. gosto das comparações que utilizas!

Anónimo disse...

Meu amor, as pessoas são assim mesmo, parece que fazem de proposito para nos maguarem, sobretudo as que mais amamos. Já não digo nada da tua escrita porque nao tenho sequer palavras paa isso

P* disse...

sim, vou mudar as minhas atitudes, tanto tempo com elas, deixou-me parecida, mas agora? agora nunca mais irei magoar quem nunca me fez mal.
oh, querida, não precisas de agradecer, as tuas palavras também me ajudam imenso, e acredita que estou a falar a sério, também gosto muito de ti minha linda*

diiii disse...

que bom que é saber isso, a sério :')

nicolemorais disse...

oh meu amor... não te sintas de coração vazio, tens quem te ame. olha para mim, eu amo-te assim muito. de verdade. e seria incapaz de te deixar de coração vazio <3 quero é que sorrias verdadeiramente e quero que essas lágrimas escasseiem.

Maria Inês Rodrigues disse...

Ainda bem que gostaste minha querida <3 Bom fim de semana *

MARIANNE disse...

estou mesmo muito feliz, mas também quero que tu sejas. vais fazer por isso, sim?

Sandra Estevens disse...

Obrigada , adoro o post*
Bom fim de semana (:

nicolemorais disse...

Apoio-me, como sempre, e sei que contigo não caio. Todos os dias da minha vida eu tenho provas de que tu és maravilhosa! <3

Patrícia Martins disse...

Adorei (:
Sigo*

Patrícia Martins disse...

Pelo menos a mim não me deu azar nenhum (:
Obrigada também :p

P* disse...

sim querida, quando já não ligar a existência delas aí vou ser feliz verdadeiramente, porque foram 4 anos com esta gente, não foi fácil, mas hoje sei isso, sei quem se importa comigo, e quem não o faz !

P* disse...

sim , querida, já passou !
claro, estou melhor sem elas, muito melhor!

R' disse...

Gosto muito, escreves lindamente querida :)

Sandra Estevens disse...

Obrigada eu (: