pour toujours

5.4.12

Drink Up Sweet Decadence ♥


Atravessara a estrada a medo. Não estava completamente certa daquilo que planeava fazer. Refugiar-se no escuro talvez ajudasse. Deixar as luzes para trás.
Continuou a andar, acelerando o passo. Embrenhou-se ainda mais nas ruas desconhecias, cujas esquinas a baralhavam. Tudo estava silencioso, por isso, o estranho o som de uma respiração pesada alertou-lhe os sentidos. Sentia-se desconfortável, como se algo não estivesse bem. Talvez não estivesse mesmo. Ou talvez fosse apenas o medo a falar mais alto. 
Lentamente, olhou para trás. Pareceu-lhe adivinhar uma sombra, mas era de certeza apenas um pequeno candeeiro pendurado numa varanda. "Mas não há vento...". 
O ar estava pesado, e ela sentia dificuldade em respirar. Era-lhe difícil manter-se consciente. Sentiu-se a cair, e a última coisa que viu foi o candeeiro apagar-se.
Ele vira-a cair. Vira o medo nos olhos dela quando se voltara para trás e perscrutara o vazio. O vazio onde ele se encontrava. O vazio por onde a seguira, imitando-lhe os passos, desvendando-lhe as rotinas. Quando a vira cair, soubera que estava tudo acabado. Ela morrera, e ele continuaria no vazio, no escuro, como que esperando pela sua alma.

19 comentários:

nicolemorais disse...

que forte, amor. adorei! e isso não te vai acontecer porque eu não permitirei <3

nicolemorais disse...

e eu a ti, princesa <3

J disse...

Nem a Nicole , nem eu ! Estaremos aqui para tudo!!
(e obrigada pelas palavras)

diianariita. disse...

ohhh *.*
obrigada :$ ♥

sophia disse...

oh obrigada por essas palavras tão doces, princesa! muito obrigada mesmo <3

sophia disse...

oh claro que preciso querida <3

Saraaaa * disse...

de nada docinho :)

patrícia disse...

tão profundo, gostei!

nicolemorais disse...

mas que blog tão docinho <3

-M. disse...

oh princesa, e como tu estás com isto tudo? :'c <3

-M. disse...

p.s: amo o blog!

APENAS PALAVRAS disse...

Quando o sol se esconder
Quando a chuva molhar
Eu quero estar,junto a você no seu lindo espaço a contemplar tuas sabias palavras.
Se a terra tremer, se o mar invadir...
E se o mundo acabar, ainda assim ficarei a contemplar tuas palavras... Quando a chuva abrandar, e o sol aparecer
Quando as águas baixarem, esteja onde estiveres
Quero estar lá, bem junto a você a dizer! Obrigado minha pequena poeta por tuas sabias e lindas palavras.
DEIXO-TE UM CARINHO E AFETUOSO BJ EM TEU CORAÇAOZINHO E QUE TENHA UM ÓTIMO E EXCELENTE FINAL DE SEMANA.

CONVIDO-A A FAZER PARTE DO MEU BLOG....JA ESTOU SEGUINDO O SEU ...QUE POR MIM JA ESTA NOS MEUS FAVORITOS....MUITO LINDO

TDelMona disse...

fico tão feliz por estar assim e oh, tenho de te agradecer tanto, ajudaste-me tanto para que este dia fosse possivel *-* obrigada meu amor <3

J disse...

Se eu não tenho que te agradecer , então tu também não amor !! Para chegar a fazer o que tu já fizeste por mim , falta muito e tu sabes bem!
Obrigada por cada palavra , por cada apoio , por tudo ! Lý , sabes bem

Mariana disse...

obg

Maria Inês Rodrigues disse...

a sério fofinha ?

-M. disse...

oh linda, ainda bem que está tudo bem, mas qualquer coisa estou aqui !
fizeste muito bem, gosto muito <3

m. disse...

ela nunca irá morrer e sabes porquê? porque sempre permanecerá no meu coração. <3

Mariana disse...

é mesmo... *-* de nada querida :)