pour toujours

16.9.11

Apeteceu-me...

Sim, sei que amanhã tenho de acordar cedo, e já é 00h:52, mas senti uma necessidade enorme de vir aqui... Senti uma necessidade muito muito forte de vir aqui e simplesmente escrever. 



Escrever sobre o que me vier à cabeça. às vezes, é isso que me deixa feliz, simplesmente escrever. 
Quero escrever uma carta... Sinto uma necessidade quase dolorosa de o fazer. Enquanto oiço isto

AB*, 

Desculpa. Sei que te afasto e que não te digo porquê. Não o posso fazer. Não tenho nada contra ti, aliás, sinto SAUDADES tuas, mas não consigo suportar sentir o teu toque, ouvir a tua voz, marcada pela dor do meu desprezo. A culpa não é tua, e há quem diga que também não é minha, mas eu sinto que é. Se não fosse tão... paranóica com certas e determinadas coisas, poderíamos conviver tão bem... 

Sabes, há algo que não te posso contar... Aconteceu o ano passado, com um rapaz que não conhecia, lá na escola. Eu tentei dizer-lhe que não, juro que tentei, mas ele não me ouviu. 
Pronto, é por isso que eu não posso deixar que te aproximes de mim. Não és a primeira pessoa de quem tenho... "medo", mas és a que me afecta mais. Tenho tantas saudades de te poder abraçar, de poder sentir o toque quente das tuas mãos contra o meu rosto. Nunca aconteceu nada entre nós, e ainda bem, porque nunca me perdoaria se isso acontecesse, somos éramos amigos demais para isso, mas sinto saudades do meu AMIGO. 

A culpa não é tua, prometo, juro. Hoje, voltei à casa onde estivemos ontem com os nossos amigos, e sentei-me na cadeira onde também descansaste ontem. Não consegui estar lá mais de 30 segundos. Uma sensação de pânico começou a invadir-me, e eu odiei-me TANTO nesse momento. Porque é que eu não consigo ser uma pessoa normal? Eu costumava sê-lo... 
Bem, isto foi só para te dizer que tenho saudades dos olhares que trocávamos, das palavras que dizíamos, dos abraços que partilhávamos, dos momentos que estraguei. 
Desculpa,

Sempre, Little Miss Luna*

1 comentário:

nicolemorais disse...

gosto muito desta carta. está muito sentida.
estou a seguir *