pour toujours

1.9.13

Pretty When You're Faithful ♥


Não estou triste. Não tenho razões para verter uma lágrima que seja por ti. Desde o início que ambos soubemos que apenas faria o papel de amante. Sempre soubemos que eu era a outra. Que estavas com outra rapariga que nem sequer sonhava com a minha existência. Aquela alma que morreria ao saber dos beijos que trocávamos às escondidas, das promessas que fizemos um ao outro e dos planos que tínhamos de correr o mundo em segredo. E agora, que ela descobriu tudo? Agora que ela sabe que lhe mentiste? Agora que ela sabe que eu sou a puta que lhe roubou o (pseudo) namorado? Porque não passo disso mesmo. Uma puta. A culpa terá de ser repartida em duas partes, admito. Nenhum de nós fez nada sozinho. Eu senti o teu corpo com a mesma euforia com que sentiste o meu. Os nossos lábios tocaram-se com a mesma sofreguidão. As nossas vozes fizeram as mesmas juras tão eternas, mas tão efémeras. É isso. Ambos cedemos e pecámos, num erro colossal e crasso. Que tipo de pessoas somos nós afinal? As pessoas que traem? Que pecam em segredo? Que não se importam se são putas ou cabrões? E sabes o que é doentio? Mesmo assim, não me arrependo por um segundo daquilo que fizemos. Porque sentimos. Sentimos tudo o que havia para sentir. E porque, no fundo, apesar de tudo, valemos muito mais do que vocês os dois. Eu sou a tua Andresa tanto quanto tu és o meu Bruno, e isso, ninguém pode julgar ou tentar mudar.

14 comentários:

Gabi. disse...

toda a gente comete erros..
novo link do blog: http://esquecereoutracoisa.blogspot.pt/, espero que continues comigo*

Jun disse...

Eu não sei o que te dizer! Sinto-me feliz por conhecer uma pessoa como tu. Por teres a garra que tens. Já para não falar de como adoro ler-te e saber de ti. Adoro as tuas palavras, adoro-te. E tudo o que dizes, está certo. A tua mentalidade surpreende-me. Parece que procurei durante muito tempo uma pessoa como tu. Continua a sobreviver dessa maneira, estás a fazer um excelente trabalho. Meu doce, tu consegues, eu sei que tu consegues e acredita que vais sair disso de uma maneira que nem tu te julgavas capaz!

Gabi. disse...

ainda bem que pensas desse modo :) obrigada*

Jun disse...

Sempre aqui doce

dan. disse...

estive até agora a seguir-te num blog que pensava ser o teu "oficial" e sempre na esperança que pusesses a opção de comentar, ai ahah
já te sigo aqui! :)

Catarina. disse...

erros todos cometemos e tal vocês devessem ficar juntos, sem tornar isso um segredo. força

Gabi. disse...

eu estou com ele para esquecer o rapaz que amo, e sinto-me a pior pessoa do mundo por isso..

Gabi. disse...

tu tens toda a razão, tenho de ganhar coragem para dizer ou fazer tudo que devo.. obrigada <3

dan. disse...

"kiss me hard before you go" ahah

Lúcia disse...

não te martirizes por um erro que cometeste, seguiste o teu coração, talvez isso tenha feito sofrer a outra rapariga, mas às vezes a vida é mesmo assim
sigo-te :)

s. disse...

O importante é teres reconhecido que erraste. Agora segue em frente, força :)

Catarina. disse...

posso dizer uma coisa sem que leves a mal?

Carina Filipa Peixoto disse...

Reconhecer o que se faz é bom.
derreti-me tanto com o teu blog *.*
segui.te (:

Cáa ஜ disse...

Alô ! Passei pelo teu cantinho para te dizer que vou eliminar o blog onde eras meu seguidor (caa-vidaempalavras.blogspot.pt). No entanto, já tenho outro novo. Deixo-te aqui o link, aguardo a tua visita e espero que me possas continuar a seguir também lá :)

Link: caa-sentimentos-rotineiros.blogspot.com

With Love, Cáa ஜ