pour toujours

3.11.12

I'm The Runner ♥



As minhas palavras não vos deviam ser dirigidas, mas a vontade de escrever falou mais alto. Não, não vou fazer um texto enorme a dizer o quanto lamento o fim da nossa amizade ou a insultar-vos, porque sei que isso não vai resolver nada. O que vocês fizeram... é difícil de perdoar. Difícil de compreender e difícil de aceitar. Não sei o que vos moveu a fazerem o que fizeram, mas é algo que me deixa acordada à noite. Serão vocês pessoas assim tão... mesquinhas, ou fui eu que vos dei razões para tal? De qualquer das formas, não é algo que me interesse substancialmente, e para dizer a verdade, acho que já nem vocês me interessam substancialmente. O meu amor tem razão... Não me devia importar com o que vocês acham ou dizem acerca de nós ou da nossa relação, mas dez anos não são algo que se deite fora de ânimo leve, como vocês decidiram fazer. Eu amo-o, e se vocês não acreditam nisso, se olham para nós de lado... acho que deveria sentir pena de vós, em vez de raiva, mas perdoem-me a minha humanidade. E pegando nas palavras que uma de vós escreveu, colocando-as num itálico bonito e entre aspas, para que os direitos de autor não sejam postos em causa, retribuo, sublinho e aplico o que aqui está latente: 
"E quando estamos a dormir sonhamos, sonhamos  com o passado. Com aquilo que fomos outrora. Mas quando acordamos, só pensamos em ostracizar tudo aquilo que fomos em conjunto uma com a outra. Pensamos em odiar em vez de ignorar. Pensamos em nos vingar. Não sei se isso é bom mas é  o que sinto."
Mas não, não me vou vingar, descansem. Prefiro a ignorância à frontalidade desmedida. Sejam felizes, e saibam que serão vocês a apanhar o que deitaram ao chão, e aí, será tarde demais para remendar o que quer que seja. 

28 comentários:

Aurora disse...

Obrigada princesa linda ♥

catarina disse...

mas estás bem, com esta situação amor?

Inês disse...

What about now?

catarina disse...

bem linda, elas é que ficaram a perder, estou certa disso. porém pode ser que mais tarde, venham a entender o erro que cometeram.
em relação ao texto, muito mas muito obrigada mesmo...mas neste momento princesa, não tenho forças nem para pensar como vai ser o amanha.

Inês disse...

Já percebi! Sabes como se deixa de seguir blogues? Agradecia que me ensinasses. Quando se chega ao limite (300) não se pode seguir mais?

Aurora disse...

És um verdadeiro amor ♥

Inês disse...

Oh, não! Tu segues menos de 300?

catarina disse...

não tens que agradecer amor. mas o problema é que a minha felicidade está bem longe de ser alcançada...e está a ser roubada por outros amor, e eu, quanto a isso, nada posso fazer.

caroline pipi disse...

e eu do teu!

s. disse...

gosto muito do teu blog!

catarina disse...

eu não queria amor, juro que não, mas o que é certo é que também não fix muito para o evitar...eu comecei a apaixonar-me, ou não, não sei ao certo, eu acho que sim, mas a vontade que não fosse real fala sempre mais alto, ou pelo menos tenta...mas há muita coisa que me impede de ficar com ele, e isso magooua-me mais e mais s: e sinto que mo tiram de mim, a cada dia que passa e eu não o posso impedir de ir

caroline pipi disse...

também a mim!

s. disse...

obrigada e sigo de volta :)
espero que tenhas razão princesa, obrigada !

catarina disse...

a questão é : será que não quer partir com essas pessoas, as tais que o querem levar de mim? eu já nao sei amor

catarina disse...

tenho tanto medo amor

cláudia . disse...

gostei do teu blogue , sigo * (:

catarina disse...

tenho tanto medo só de pensar que as coisas podem ser simples ilusões da minha cabeça...eu, só queria poder ficar com ele, só isso mesmo. e agora, imagina, a minha cabeça, eu sei de coisas, ou vejo coisas, não são propriamente claras, mas amor, dão a entender outras coisas...e por vezes eu penso, "ah e se não for assim?" e tento "inventar" descculpas para ele e as atitudes dele, e para as minhas coisas, para me consular s: e isto atormenta-me, porra, eu não quero ser assim entendes?

Beatriz Ls disse...

amei amei amei o blog, está perfeito *-*
é simples, e o que é simples é lindo :)
parabéns pelos textos adrii, estão lindos.
sigo c todo o gosto e prometo vir várias vezes ao teu cantinho*

s. disse...

ora essa :) espero que agora já apareça <3

s. disse...

ora essa :) espero que agora já apareça <3

caroline pipi disse...

oh, nada disso <3

Aurora disse...

É sim, apesar de tudo <3

Inês disse...

Obrigada!

Joo disse...

Drum, hardcore e um bocado de trance sim querida :) , força com isso das amizades querida... <3

mél disse...

estou mt bem minha linda, e a ti também te quero ver bem! <3

nicolemorais disse...

Tu precisas de escrever. Agora "move on" <3

O Profeta disse...

São mudas as neblinas nesta ilha
É de pobreza o pão que alimenta o meu sentir
Oiço o mar com os meus próprios dedos
Parti do desencontro dos meus derradeiros medos

Parti e deixei no cais mil dúvidas
Lembrei tempos que corri feliz pelas amoras
Nesses dias bebi sofregamente a vida
Nesses dias a minha alegria era incontida

Uma radiosa semana


Doce beijo

Ana Queiroz disse...

Até me comoveste com as tuas palavras baby :)