pour toujours

21.8.12

You Leave The Pennsylvania Station 'Bout A Quarter To Four ♥


Querias que escrevesse? Aqui está a minha escrita. Não fiques surpreendida pela mediocridade das minhas palavras. Agora, qualquer vocábulo que saia da minha boca é assim. Medíocre e perdido no meio dos fumos que se elevam e me toldam a inspiração. Não tenhas pena de mim. Não me esperes chorosa e desistente, como tantas vezes já me viste. Aliás, não esperes por mim, porque só te irás atrasar, e eu não quero que percas o comboio. Vai, segue, e um dia, eu hei-de ir ter contigo. Talvez mais cedo do que penso. Talvez mais tarde do que espero, mas irei encontrar-te na estação, aconchegada num banco, cansada das horas infinitas que aí passaste. Bem sei que a tua teimosia não te vai querer deixar seguir e fazer a tua viagem, assim sem mim, mas tem de ser. Já juntaste as memórias suficientes para conseguires partir sem problemas. Já trancaste as portas à chave para que nada, nenhuma partícula da tua felicidade, te seja roubada. Já guardaste tudo aquilo que tu e os teus gatos precisam para fazer esta viagem, por isso, peço-te que vás. Eu ficarei bem. Ainda estou aqui na estação, afastada os metros necessários da linha, para que a ansiedade não me empurre para maus caminhos. Um dia, terei coragem para elevar as minhas malas para dentro do comboio. Nesse dia, envio-tas, sem mim, para que possas tratar das minhas lembranças, dos meus sonhos e dos meus desejos. Depois, quando tiveres feito tudo isso, eu vou. E vou livre. Serena. Com a calma de quem tem ainda a vida toda pela frente e se pode dar ao trabalho de apreciar todos os seus pequenos detalhes. Vais ver, que logo logo vou chegar perto do teu banco e dar-te um abraço do tamanho do Mundo. Levo-te uma chávena de café, já meio bebida, porque precisei do seu conforto. E levo-te a felicidade, o carinho e o alívio. Não esperes acordada. Amo-te.

18 comentários:

letters to you disse...

"...tratar das minhas lembranças, dos meus sonhos e dos meus desejos." adorei

- Patrícia Barros ॐ disse...

gostei imenso , especialmente de "Nesse dia, envio-tas, sem mim, para que possas tratar das minhas lembranças, dos meus sonhos e dos meus desejos. " :)

Mariana * disse...

Obrigadaa <3 Quando ao facto de te identificares não sei se será bom ou mau /:
Adoro, para variar! Juro-te que adoro como escreves!*

*AM* disse...

Texto lindo, adorei :)

nicolemorais disse...

Pedi-te que escrevesses com alegria. Com felicidade. E apesar de sentir uma ligeira esperança aqui no meio destas linhas, no final da leitura senti um aperto, e as lágrimas correram. A ideia era fazer-te bem, e sinceramente espero que o tenha feito. Mas também era poder sentir bem estar nas tuas palavras. Mas de facto não posso exigir muito de ti quando sei como te encontras. Eu ... eu estaria bem melhor se te sentisse no mesmo patamar que eu. E não acredites nas aparências, porque sim, eu estou bem, estou a melhorar, estou a lutar, mas é difícil. É uma luta constante e complicada. Árdua. E eu nunca a faria sem ti. Nunca partirei sem ti. Nem nunca vou aceitar que me deixes ir, deixando-te ficar ao abandono. Deixando-te sozinha em busca de algo que não consegues encontrar sem um braço a apertar o teu e o café para aquecer o coração. Onde as tuas malas couberem, vamos levá-las. Mas se houver espaço para apenas uma coisa: ou a tua bagagem, ou tu, acredita, deitamos as duas as tuas coisas foras e o lugar fica vago para ti. Sim, eu posso cuidar das tuas "lembranças, dos teus sonhos e dos teus desejos", mas só o faço se estiver contigo, a ajudar-te a cuidar do que é teu. Eu cuido de ti. Não te preocupes. Amo-te muito, e felizes só podemos ser juntas, por isso não desistas. Ficamos as duas à espera da próxima carruagem. <3

nicolemorais disse...

Tu não irias atrasar. Eu posso fazer uma pausa. E oh, eu sei que já mentimos muitas vezes quando dissemos que estávamos bem e a lutar por ficar melhores, mas eu quero que desta vez seja verdadeiro, seja real. Porque precisamos disso. Sim, podemos estar bem, a cantar e a dançar e, sem querer, soltarmos umas lágrimas. Mas que seja menos que uma dezena. Mais que isso, é proibido. Porque não vai de encontro à nossa tentativa de melhorar. E sim, sou teimosa porque te quero bem.

Mafalda Sofia disse...

Para variar.. está lindo!

Mafalda Sofia disse...

Tu sabes que não precisas de agradecer. É que eu nem tenho palavras, a forma como te explicas nestas palavras fazem-me ficar a mim sem palavras, acredita.. Obrigada, também espero mesmo que seja desta e olha, nunca te esqueças do antes já te disse: a tua felicidade está à tua espera <3

Nina disse...

Precisamos deixar o outro partir. Porque, em verdade, quem necessita de uma longa jornada distante do Grande Amor somos nós. E temos de aprender com essa liberdade forçada.
Abraços.

- Patrícia Barros ॐ disse...

Ora essa :)

Mariana * disse...

Não tens de agradecer, só fui sinceraaa <3

nicolemorais disse...

Espero que esteja sempre, mesmo. Amo-te <3

nicolemorais disse...

Esperemos mesmo <3

mara disse...

que texto lindooo princesa! *o*

feel disse...

esta lindo :o
vou seguir quero continuar a ler :)

feel disse...

obrigado por também seguires :)

nicolemorais disse...

O texto de cima, tão bonito!

mndrfsp disse...

adorei *-*