pour toujours

17.2.14

Don't You Ever Say I Just Walked Away ♥


No momento em que se preparava para ir, algo a impediu. Sabia que aquela alma que se encontrava à sua frente não a deixaria partir tão facilmente. Olhando para aquele ser, via uma desilusão profunda. Via a imagem de ruas que outrora conhecera tornarem-se agora desertas e sombrias. Nele, via noites de solidão e dias de saudade. Via as vezes em que ele a tinha desiludido, magoado e traído. Agora, via apenas tristeza. Talvez uma décima de arrependimento por aquilo que nunca tinha feito por ela. Fazia por esquecer isso. Fazia por se impedir de sair e deixar de parte aquilo que tanto a magoava. Passaram-se segundos minutos, horas, e os olhos deles não se fechavam um para o outro. As suas mãos não se largavam. Parou. E, num silêncio que falou mais alto do que qualquer grito que ela alguma vez tenha dado, fechou os olhos e largou-lhe a mão. No momento em que se preparava para ir, foi.  

5 comentários:

nês disse...

custa mesmo deixar alguém que ainda se ama...

Sunshine disse...

"Se você ama alguém, deixe-o livre. Se ele voltar, é seu. Se não, nunca foi."

Litopedian disse...

Bravo!

Dahliaw disse...

Que saudades desta tua escrita. Profundamente marcante.

Catarina F ;) disse...

Olha fofa e eu lá andei desaparecida outra vez... não tenho tido tempo para nada xs
mas como tens andado?