pour toujours

7.11.12

And Our Hearts Beat As One ♥

Desculpa. Tenho andado insegura. E vazia. E meia perdida. Sinceramente? Não sei porquê. A minha mente resvala sempre para o mundo cinematográfico. Sabes o quanto eu gosto de filmes. O pior é que eu não sei se os meus filmes são pura ficção ou se são baseados em factos reais. Nunca me senti assim, acredita. Era suposto ser segura, porque é assim que as meninas bonitas se comportam. Mas acabei de me aperceber que não sou bonita, logo, não sou segura. Muito menos contigo, porque sinto que o Mundo te quer roubar de mim. Eu já disse e volto a dizer... que se foda o Mundo. Não é? Por favor, diz que sim. Eu amo-te, mais do que possas imaginar. Para lá dos guiões que foram feitos para o improviso.

20 comentários:

nicolemorais disse...

Se é teu, é teu.

Aurora disse...

És linda sim, tonta <3

caroline pipi disse...

que lindo!

Tiz disse...

Gosto muito e tu és linda :)
Olha, se está contigo ama-te :)

Joo disse...

Nada dura para sempre, por isso espero que esta dor passe querida. Tem força querida <3

Emily disse...

- acontece-me sempre, é esse o mal :x e eu não aguento mais uma vez...

Joo disse...

Que te oiçam querida, que te oiçam <3

Ana Queiroz disse...

Eu amo-te sua estúpida <3

nicolemorais disse...

Para ser sincera, a vontade de responder a este teu comentário era zero, mas obviamente que não te vou deixar sem resposta.
Às vezes o tom com que leio o que me dizes, é como se eu não fizesse parte da tua vida, ou simplesmente como se já tivesses arranjado uma pessoa "acima de mim". Se é que me entendes. Falas com um amor das outras pessoas que conheces há pouco tempo, deixando-me um pouco para trás. E tu até podes estar a pensar q eu não tenho moral porque também me começaste a dar muita importância pouco tempo de começarmos a falar. Mas connosco foi diferente. Até que eu tivesse super à-vontade para te falar, assim como tu a mim, passaram alguns meses desde que nos tínhamos conhecido. E com o blogue ficámos ainda mais próximas devido à intensidade com que as coisas são ditas aqui. Mas com os teus amigos exteriores ao blogue é diferente... mas pronto, eu precisava de dizer isto, que me faz confusão ver-te empenhada em amizades de curto tempo, deixando-me sempre um pouco à deriva. E não me desmintas! E isto só mesmo porque a tua primeira frase no comentário me deixou a pensar... que continuas sem me contar as tuas coisas (: mas pronto, deixa lá. Provavelmente não tinha dito nada do que está aqui para trás se não tivesses colocado aquele primeiro parágrafo, ou pelo menos de outra forma, ou noutro contexto, mas pronto, está feito.
O meu comentário não está grande por causa do barulho das teclas, apesar de o adorar, mas sim porque estou muito cansada e não aguento mais.

Cláudia Ribeiro * disse...

muito obrigada. este texto está lindo mas está tudo bem?
(podes comentá-lo se quiseres.)

nicolemorais disse...

Talvez.
Talvez.
Não te queixes, porque eu baixo sempre quando falo contigo!
Talvez.

Eu também estou cansada, mas como sempre te digo, não é por sentir a tua falta que vou a correr ficar bem contigo sem resolver as coisas. Às vezes temos de sofrer um pouco até que tudo fique bem, isto se tiver de ficar.

Cláudia Ribeiro * disse...

Tens medo de o perder, compreende-se. Fico contente por estarem bem. Espero que sejam sempre felizes <3

Jo disse...

ohh, obrigada, querida :)

Cláudia Ribeiro * disse...

Amar é uma das melhores coisas da vida! Verás que sim, se ele te faz bem, não desistas :)

Joo disse...

Está complicado... <3

caroline pipi disse...

não precisas de agradecer, querida!

Margarida disse...

está fantástico, como sempre! quem me dera escrever assim...

Ana disse...

que lindo :o

Aurora disse...

Sempre soube e tive a certeza que eras linda, meu bem. Eu fico é realmente feliz por saber que conseguiste ultrapassar, eu desejo todos os dias conseguir. Obrigada por tudo, sabes que estou sempre cá também. Ly <3

Emily disse...

- quem me dera conseguir acreditar s: